GP de Pau, óptimos resultados entre chuva e sol

Eventos 09 Mai 2012

GP de Pau, óptimos resultados entre chuva e sol

Com a afluencia de mais de 11 000 espectadores, realizou-se no fim de semana de 5 e 6 de Maio mais uma edição do Grande Prémio Histórico de Pau. Num evento com balanço positivo, entre chuva abundante e sol brilhante, a cidade francesa recebeu pela 11ª vez o evento, que mantém a sua cadência anual, iniciada em 2011 pelo organizador, Peter Auto. Os mais de 800 carros dos vários membros de clubes que ali se deslocaram, transformaram a zona de estacionamento reservado no Palais Beaumont num parque de exposições temporárias para o “Concorse” organizado pela federação de carros históricos francesa, evento que atraiu o numeroso público. Nas ruas, o traçado de 2800 metros recebia as várias grelhas de competição.

Troféu Phil Hill

Este troféu reuniu 33 carros de turismo pré 66 & sport pré 63, em duas corridas de uma hora Apesar da clara vantagem numérica dos carros inglêses, ambas as vitórias foram no entantopara o “musculo” de Detroit, representado pelos AC Cobras. Nos índices de desempenho, a vitória foi para os “habituais” Porsche 356.

Corrida 1
VHC:
Dominique Guenat em AC Cobra, de 1964; Yvan Mahé em AC Cobra, de 1963; Jean-Marc Bussolini em Porsche 911 2.0, de 1965

Índice de Desempenho: Juan Orjuela em Porsche 356 Pré A, de 1954; Jan Gijzen / Anthony Schrauwen em Lotus Elite S1, de 1959; Fabrice Perruchot em Lotus Elite, de 1961

Corrida 2
VHC:
Shaun Lynn em AC Cobra, de 1963; Keith Ahlers / James Bellinger em Morgan SLR, de 1963; Damian Kohler em Porsche 911 2.0, de 1965

Indice de Desempenho: Juan Orjuela em Porsche 356 Pré A, de 1954; Jan Gijzen / Anthony Schrauwen em Lotus Elite S1, de 1959; Frédéric Berchon / Jean Berchon em Alfa Romeo Giuletta Sprint, de 1964

Troféu dos Pirinéus

Esta categoria de monolugares, composta apenas de 36 Fórmulas Ford, inclui uma das duas únicas senhoras pilotos, Line Piguet, ao volante de um Van Diemen RF 77. Os pódios repetiram-se em ambas corridas.

Corrida 1
Alex Lynn em Van Diemen RF 81; Alain Girardet em Van Diemen RF 79; Pierre Lombardi em Lola T540

Corrida 2
Alex Lynn em Van Diemen RF 81; Alain Girardet em Van Diemen RF 79; Pierre Lombardi em Lola T540

Troféu Flat4

Esta nova grelha monomarca de 19 carros, era composta maioritariamente de 356 Speedsters, Pré A e Carreras, embora durante os 30 minutos de cada corrida se pudem também ver um 550 de 1959 e um RS61.

Corrida 1
Albert Otten em Porsche 550A Durlite, de 1959; Jean-Marc Bussolini em Porsche 356 A, de 1959; Juan Pablo Orjuela em Porsche 356 Pré A, de 1954

Corrida 2
Andrew Prill em Porsche RS61, de 1961; Albert Otten em Porsche 550A Durlite, de 1959 ; Jean-Marc Bussolini em Porsche 356 A, de 1959

Troféu Légende

A grelha de 20 automóveis anteriores à guerra revelou-se excepcional devido tanto à raridade como à qualidade dos carros presentes. No pelotão da frente, três pilotos tiveram um bom desempenho.

Corrida 1
Richard Pilkington em Talbot T26 SS, de 1937; Gregory Ramouna em Bugatti 35 B, de 1929; Nicolas Chambon / Pierre Rageys em BMW 328, de 1937

Corrida 2

Richard Pilkington – Talbot T26 SS; Francis Courteix – Bugatti 35 B; Jean-Jacques Bally – BMW 328

Troféu Junior

Os 19 monopostos Fórmulas Junior desta categoria estavam totalmente à vontade ao longo do circuito citadino de Pau, proporcionando bastante diversão a pilotos e espectadores.
Também aqui os pódios se repetiram em ambas as corridas.

Corrida 1
Stéphane Rey em Lola Mk5A, de 1963; Harry Tincknell em Lotus 20, de 1962; 3º John Truslove em Brabham BT6, de 1963

Corrida 2
Stéphane Rey em Lola Mk5A, de 1963; Harry Tincknell em Lotus 20, de 1962; John Truslove em Brabham BT6, de 1963

Troféu Mini Classic

Os 28 Minis que alinharam à partida atrairam as atenções da pior maneira, com dois acidentes – felizmente mais impressionante do que graves –, a deixar fora de prova 12 carros no total e a fazer anular a primeira corrida. A segunda corrida correu melhor, embora alguns excessos tenham provocado ​​também saídas de pista.

Corrida 1
Anulada – sem classificação.
Corrida 2
Nick Swift em Morris, de 1965; Christian Devereux em Austin, de 1965; Jonathan Hartop em Austin, de 1964

Mais informações em www.grandprixdepauhistorique.com
Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: Fotorissima

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube