O maior leilão de sempre com 101 Ducati de estrada e competição

Mercado 03 Mai 2012

O maior leilão de sempre com 101 Ducati de estrada e competição

Toda a colecção de cerca 99 motos de Carlo Saltarelli, o ex-piloto de testes e de competição, bem como revendedor Ducati, será este fim de semana levada a leilão pela RM Auctions, no Mónaco, naquele que é considerado o maior leilão de modelos Ducati de sempre. Dos 101 lotes apresentados nos próximos dias 11 e 12 de Maio, fazem também parte duas V4 Desmosedici da Ducati Corse: a GP10 “CS1”, que foi de Casey Stoner em 2010 e a GP11 “VR2” que foi de Valentino Rossi em 2011 – ambas com 799c.c. e a debitar potências superiores a 200 cavalos.
Para além da coleção Saltarelli e destes recentes modelos de competição, a RM Auctions anunciou também uma fascinante colecção de “memorabilia” Ducati vinda diretamente da fábrica, pelo que também são esperadas neste leilão, representações da fábrica e museu da Ducati no Fórum Grimaldi. O grande destaque da coleção Saltarelli vai para Ducati 450 Desmo “Corsa” de 1970, uma moto que fez parte da exposição do museu Ducati em Bolonha, e que é também apresentada no livro do museu.
Da coleção Saltarelli faz também parte uma Ducati 888 SBK de 1990, corrida por Giancarlo Falappa. Trata-se de uma moto bastante rara, pelo que este exemplar representa uma oportunidade de aquisição única. Outros lotes importantes são uma Ducati 750SS, de 1973, da equipa de fábrica, conduzida por Franco Uncini com o número 1, em 1975. Outra moto a mercer destaque é a Ducati 750SS de 1974, com número de corrida 23, também com historial de corrida, com várias vitórias e pódios nas temporadas de 74 e 75, obtidos pelas mãos do próprio Carlo Saltarelli.
Outros lotes a mercer referencia especial são:
• Ducati 125 Moto Giro F3, de 1956 – uma moto privada, construida originalmente pela fábrica, em estado perfeitamente original;
• Ducati 860 Mike Hailwood Replica Série 1, de 1979 – um original, não-restaurado em boa condições;
• Ducati 900MHE, de 2000 – uma moto ex-Motorshow, que já esteve exposta na fábrica da Ducati;
• Ducati 450 Desmo Scrambler, de 1970 – um exemplar original, não-restaurado;
• Ducati 748R, de 1997 – uma moto que já foi da equipa Team Gio.Ca.Moto;
• Ducati 250 Desmo “SilverShotgun”, de 1970 – um verdadeiro um ícone, alvo de uma excelente restauração, há algum tempo.

A história de Carlo Saltarelli

Nascido em Ostra, Itália, em 1949, Carlo Saltarelli tem sido um entusiasta das motos ao longo de toda a sua vida. Começou a sua carreira a trabalhar para um concessionario Ducati, aos 16 anos de idade, tendo sido nessa altura que comprou a sua primeira moto: uma 125 Sport. A sua habilidade mecânica e como piloto foi rapidamente reconhecida e comprovada, tendo no início dos anos 70, começado a competir, ao mesmo tempo que adequiria a concessão onde tinha começado a trabalhar. A fábrica Ducati ficou tão impressionada com sua condução que o convidou a tornar-se piloto oficial de testes para as novas motos de estrada. Após uma rápida progressão como piloto de testes de corrida, fundou a Equipe Saltarelli, em 1974, que manteve até se retirar das corridas, em 1980. Esta sua impressionante coleção de motos Ducati foi cuidadosamente acumulada ao longo das últimas três décadas e representa toda a história das motos Ducati, incluindo modelos de estradas e de corrida.
Mais informações em www.rmauctions.com

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: RM Auctions

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube