Espíritu de Montjuic leva clássicos às ruas de Barcelona

Eventos 25 Abr 2012

Espíritu de Montjuic leva clássicos às ruas de Barcelona

Realizou-se no passado fim de semana, de 20 a 22 de Abril, em Barcelona, o festival Espíritu de Montjuic. À semelhança do que acontece em eventos congéneres, os cerca de 21 000 visitantes que ali se deslocaram, tiveram a oportunidade de assistir a corridas de motos e de automóveis históricos, reunidos para celebrar o ambiente e as emoções da idade de ouro do desporto automóvel, e muito especialmente das corridas que tiveram lugar no Parque de Montjuic – “Montanha Mágica” – durante os anos 50, 60 e 70. Marcaram presença automóveis lendários como o Porsche 917K da equipa Gulf de John Wyer, pilotado por Derek Bell e Gijs van Lennep nas 24 horas de Barcelona de 1971, e que ficou em segundo lugar. A rolar nas ruas de Barcelona estiveram também um Porsche foi 908, um Ford GT40, e um Jaguar E, para algumas voltas de demonstração na antiga rota da montanha de Montjuic. Recordamos que aqui foram realizadas provas de Fórmula 1, a última das quais a 27 de Abril de 1975, em que um acidente envolvendo Rolf Stommelen vitimou 5 pessoas.
As provas em pista no Circuito de Montmelo integraram categorias de GP Masters, F1 Clássica, Can-Am Interserie Challenge, Moto GP Clássica – R Burns Trophy, Gentlemen drivers Pre-66 GT e Masters Pre-66 Touring Cars.
Organizada em paralelo com o festival, a Targa Catalunya levou os cerca de 40 participantes ao Autódromo Nacional Sitges, possibilitando-lhes percorrer a oval curva íngreme, construída em 1922, e por onde correram pilotos como Tazio Nuvolari.

25 anos do Ferrari F40

Domingo foi o dia destinado para celebrar o 25º Aniversário do Ferrari F40, modelo apresentado em 21 de Julho de 1987 no Salão de Frankfurt, fabricado por sua vez, para comemorar o quadragésimo aniversário da marca italiana. Os clubes Ferrari conseguiram assim reunir, nada mais nada menos do que sete F40, dois F50, um 288 GTO, um Enzo, um 250 GT SWB entre outros modelos que compareceram para a festa e para o desfile de velocidade, para fazendo ecoar o ronco dos seus motores pelas paredes do circuito.
Definido pela organização como um evento capaz de “transportar o público a um tempo que parece ter acontecido ontem, mas que aconteceu há mais anos do que gostaríamos de reconhecer”, o Espíritu de Montjuic foi realizado pela primeira vez no ano passado e foi considerada a maior concentração de clássicos daquele país, com mais de 600 veículos reunidos para o efeito.
Mais informações em www.espiritudemontjuic.com

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: Markus Haub



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment