Porsche entra definitivamente na era eléctrica com o novo Taycan

Modernos 29 Out 2018

Porsche entra definitivamente na era eléctrica com o novo Taycan

Seis milhões de euros em investimentos, 1200 novos funcionários só para o lançamento do Taycan, o desenvolvimento contínuo do Porsche Production 4.0 e uma campanha de conhecimento sem paralelo, difundida por toda a empresa: em compromisso com a mobilidade eléctrica, o construtor de automóveis desportivos está sob um processo de grande alterações e, mais uma vez, reafirma a sua capacidade para salvaguardar o seu futuro.”Prevemos que mais de 50% dos modelos Porsche vendidos a partir de 2025 sejam electrificados”, afirma Lutz Meschke, Vice-presidente do Conselho Executivo e membro do Conselho responsável pelas Finanças e IT na Porsche.

 

Um exemplo de uma abordagem eficiente surge pelas infraestruturas de produção e montagem para o novo Taycan, em construção como “uma fábrica dentro de uma fábrica”, no edifício principal, em Zuffenhausen. Estes sinais de desenvolvimento demonstram que a Porsche está a distanciar-se do princípios tradicionais de uma linha de montagem. Albrecht Reimold, membro do Conselho Executivo responsável pela produção e logística, explica: “Ao aplicar uma linha de produção flexível, a Porsche irá tornar-se no primeiro fabricante automóvel a utilizar sistemas de transporte sem condutor num processo de produção em série.” Isto vai permitir que a marca de automóveis desportivos combine as vantagens do princípio tradicional de produção em série com a flexibilidade da montagem versátil. Vai também permitir aumentar o número de ciclos de trabalho, mantendo a mesma quantidade de espaço. Seguindo o conselho “smart, green, lean”, a Porsche persegue também uma produção sustentável. O processo de produção do Taycan está isento de carbonos, com o objectivo futuro de que a produção seja de impacto zero, um fábrica sem impacto ambiental.

 

 

A relação próxima de trabalho entre a competição automóvel e a produção em série resume o quão importante é partilhar conhecimento. Tal como o Porsche 919 Hybrid, que conseguiu inúmeras vitórias em Le Mans, o Taycan é alimentado pela inovadora tecnologia de 800 V. Esta foi uma das decisões mais essenciais para o 919, pois o nível de voltagem define efectivamente o curso para todo o conjunto de propolsão eléctrica: desde a bateria até à disposição dos sistemas electrónicos até à capacidade do processo de carregamento. Ao adoptar uma aproximação pioneira e desenvolvendo componentes para 800 V, a Porsche elevou os limites do que é tecnicamente exequível. Entre o ambiente intensamente competitivo do desporto automóvel, a Porsche tem continuado a desenvolver as suas tecnologias. A marca alcançou  agora uma densidade de potência nunca antes vista. Para o Taycan isto significa que a arquitectura de 800 V do veículo garante que a bateria de iões de lítio pode ser recarregada em apenas quatro minutos, garantindo energia suficiente para percorrer 100 km. Esta transferência de conhecimento irá alcançar todo um novo patamar quando a Porsche entrar na Fórmula E, na época 2019/20.

 

Os processos de carregamento rápido pedem sistemas de carregamento poderosos. é por isso que a Porsche E-Performance cobre todas as áreas da infraestrutura com soluções para circulação e para casa. Com uma capacidade até 22kW, o Porsche Mobile Charger Connect é uma forma rápida e conveniente para carregar o Taycan em casa durante a noite. Pode também ser carregado através da tecnologia de indução. Como parte da joint venture lonity a Porsche irá criar 400 postos de carregamento de alta potência com capacidade de 350kW por ponto de carregamento por toda a Europa até ao final de 2019. A Porsche planeia também instalar mais de 2000 pontos de carregamento AC em destinos como hotéis, em mais de 20 mercados, a seguir ao lançamento do Taycan. Os clientes terão acesso à rede de carregamento da Porsche através do serviço Porsche Charging.

 

 


TAGS: Porsche Porsche Taycan


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar