O superlativo

Modernos 09 Set 2018

O superlativo “Jota”, o novo Lamborghini Aventador

Por Hélio Valente de Oliveira

A Automobili Lamborghini apresentou o Lamborghini Aventador SVJ em estreia mundial durante a Monterey Car Week, na Califórnia, em “The Quail, A Motorsports Gathering”, no passado dia 23 de Agosto. A essência de design extraordinário, tecnologias inovadoras e o máximo em comportamento, desempenho e gozo do condutor, o Aventador SVJ cria a pura perfeição de condução, levando o conceito do supercarro a uma nova dimensão.
 
O novo Aventador SVJ, onde SV historicamente significa Superveloce – que significa “super-rápido” – assume o sufixo “Jota”, denotando a sua superioridade em pista e de performance: o Aventador SVJ já reivindicou a sua posição ao reivindicar o record de automóveis de produção em Nürburgring-Nordschleife, completando a volta de 20,6 km em apenas 6: 44.97 minutos. A produção é limitada a 900 unidades.
 
Uma edição especial, chamada SVJ 63, foi apresentada igualmente no Pebble Beach Concours d’Elegance. É uma homenagem ao ano de fundação da Lamborghini, 1963: produzido em configuração única, demonstra o uso extensivo de fibra de carbono e é feito num número limitado adicional de apenas 63 unidades.
 
Melhor performance em todos os aspetos
 
O recorde de volta de Nürburgring-Nordschleife do Aventador SVJ é uma prova viva da sua performance de referência. Com o motor otimizado, tornando-se o mais potente V12 de produção feito até hoje pela Lamborghini, o SVJ apresenta um aumento de potência para 770 cv (566 kW) ao regime de 8.500 rpm.
 
O SVJ produz 720 Nm de binário às 6.750 rpm, enquanto um peso em seco de apenas 1.525 kg dá ao SVJ uma relação peso-potência de 1.98 kg / cv. O SVJ acelera de 100 km / h em 2,8 segundos e de 0 a 200 km / h em 8,6 segundos. Uma velocidade máxima superior a 350 km / h é complementada por uma distância de travagem de 100 km / h a 0 em 30 metros.
 
O Aventador SVJ é, no entanto, mais do que os números que atinge. A filosofia de desenvolvimento do Aventador SVJ e a sua própria essência em termos de design, tecnologias aerodinâmicas e eficiência, peso-potência e desempenho, é criar um carro perfeito para o condutor exigente.
 
Projetado para supremacia aerodinâmica
 
O SVJ é significativamente melhorado em comparação com o Aventador S, com cada faceta do seu design “forma segue a função” a atuar como um lembrete da sua razão de ser na estrada e na pista: inovar para ser o melhor. O principal objetivo do design foi uma melhoria significativa da downforce em comparação com o anterior Aventador SV: + 40% em ambos os eixos com um coeficiente de resistência aerodinâmica melhorado de -1%.
 
Na frente, o carro é mais largo: um novo pára-choques dianteiro com aletas laterais integradas, tem uma nova entrada de ar e destaca a inclusão da Aerodinamica Lamborghini Attiva (ALA), as tecnologias aerodinâmicas ativas patenteadas da Lamborghini.
 
O divisor frontal desconectado continua a impressão de um componente flutuante, enquanto fornece um canal para o fluxo de ar. Uma saída de ar tridimensional no capot direciona o fluxo de ar, melhora tanto o atrito quanto a downforce, e alude claramente à finalidade aerodinâmica do design do SVJ. A otimização aerodinâmica da parte superior da carroçaria contribuiu com 70% da melhoria total da downforce no SVJ em relação ao SV.
 
A asa traseira do SVJ foi projetada para melhor eficiência aerodinâmica, baseada num novo defletor de ar; um sistema otimizado ALA 2.0; e aletas laterais para reduzir a turbulência, proporcionando downforce elevada em reta, bem como em curvas a alta velocidade.
 
Na parte traseira do carro, a posição do escape, montado na parte superior, assemelha-se aos encontrados em motos mais extremas, além de economizar peso devido à proximidade com o motor: o sistema de escape em si também é mais leve. O pára-choques traseiro, em forma de Omega incorpora um novo difusor maciço que contribui para a downforce, enquanto uma nova asa traseira de montagem elevada é totalmente produzida em fibra de carbono com o sistema ALA integrado.
 
Aerodinamica Lamborghini Attiva 2.0
 
O sistema patenteado da Lamborghini -ALA- foi visto pela primeira vez no Huracán Performante e foi desenvolvido a um nível aprimorado para o Aventador SVJ, agora ALA 2.0, incluindo novas entradas de ar otimizadas e novos designs de canais de ar. O sistema foi recalibrado levando em conta as acelerações laterais incrementadas do veículo.
 
O sistema ALA varia ativamente a carga aerodinâmica para obter elevada downforce ou baixo atrito, dependendo das condições dinâmicas. Motores acionados eletronicamente abrem ou fecham flaps ativos no divisor dianteiro e no capot do motor que dirige o fluxo de ar, dianteiro e traseiro.
 
Utilizando a Lamborghini Dinamica Veicolo Attiva 2.0 (LDVA 2.0) com sensores de inércia melhorados que controlam todos os sistemas eletrónicos do carro em tempo real, os flaps do sistema ALA são ativados em menos de 500 milissegundos para garantir a melhor configuração aerodinâmica do carro em cada condição. Quando o ALA está desligado, as abas ativas são fechadas, gerando a downforce desejada para curvas de alta velocidade e condições de travagem forte. Quando o ALA ligado, as abas frontais são abertas, reduzindo a pressão do ar no spoiler dianteiro e direcionando o fluxo de ar através de um canal interno e através dos geradores de vórtice especialmente moldados na parte inferior da carroçaria. Isto reduz drasticamente o atrito e otimiza as condições para máxima aceleração e velocidade máxima.
 
Quando o ALA está desligado, as abas traseiras também estão fechadas, permitindo que a asa traseira atue como uma asa fixa tradicional. A estabilidade é melhorada em curvas a alta velocidade e em situações de travagem, criando uma máxima downforce vertical. Quando o ALA está “ligado”, as abas do capot do motor abrem fazendo um bypass à asa para melhorar o atrito em condições de alta velocidade.
 
Além disso, o canal de ar interno da asa traseira é dividido à direita e à esquerda, permitindo aero-vectorização para curvas de alta velocidade. Dependendo da direção da curva, o LDVA 2.0 instrui o ALA a ser ligado no lado direito ou esquerdo da asa, aumentando a força descendente e a tração na roda interna e neutralizando a transferência de carga em condições de rolamento. Isto, por sua vez, otimiza o “momentum” do chassis, exigindo um ângulo de direção reduzido e melhorando a estabilidade dinâmica geral do carro. A tecnologia de aero-vetorização no SVJ foi desenvolvida para melhorar os efeitos de carga aerodinâmica na roda interior em 30%, comparado com o sistema original.
 
Tecnologia de engenharia
 
A suspensão do SVJ foi retrabalhada, proporcionando maior aderência mecânica e aerodinâmica. A rigidez da barra estabilizadora foi melhorada em 50% em comparação com o Aventador SV, compensando o rolamento e melhorando a eficiência aerodinâmica. Um amortecimento mais duro em 15% em relação ao SV, e a Suspensão Magnética da Lamborghini (LMS) foi recalibrada para melhorar o controlo da carroçaria e da roda com vista a um melhor desempenho em pista.
 
A direção do Aventador SVJ também foi desenvolvida para fornecer o feedback exigido em ambientes de pista e corrida. A direção hidráulica reconfigurada reflete a carga aerodinâmica específica e dos pneus, e a Direção Dinâmica da Lamborghini (LDS) é recalibrada para melhorar ainda mais a precisão da direção e feedback natural.
 
O sistema de tração ás quatro rodas do Lamborghini SVJ melhorou a separação de binário para maximizar a tração e a agilidade, com a maior estabilidade do SVJ, permitindo que mais 3% do binário seja enviado para o eixo traseiro em comparação com o SV. A direção nas rodas traseiras foi desenvolvida para melhorar ainda mais a estabilidade do carro e, ao mesmo tempo, reduzir as distâncias de travagem, principalmente em condições combinadas de travagem / viragem, como em curvas de alta velocidade. O ESC foi modificado para melhorar o comportamento em curva e a experiência do condutor em condições extremas, e o ABS foi especificamente ajustado para a melhor aderência fornecida pelos pneus e pelo sistema ALA.
 
Os novos pneus Pirelli P Zero Corsa foram desenvolvidos especificamente, de acordo com o briefing da Lamborghini para o SVJ: os pneus proporcionam maior rigidez vertical para tirar partido da maior downforce do SVJ, além de fornecer um alto nível de aderência para melhorar o desempenho geral do veículo.
 
Pneus Pirelli P Zero Trofeo R opcionais podem ser montados especificamente para uso em pista. 
 
Preço do Lamborghini Aventador SVJ e entrega no mercado 
Os primeiros clientes receberão o novo Lamborghini Aventador SVJ no início de 2019 com o preço de venda sugerido de EUR 349,116.00, mais taxas e impostos.
 


TAGS: Hélio Valente de Oliveira Lamborghini Lamborghini Aventador


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar