O mais raro dos Jaguares volta à vida após um longo restauro

Clássicos 03 Abr 2018

O mais raro dos Jaguares volta à vida após um longo restauro

O F-Type Project 7 é o Jaguar mais raro de que há memória recente (apenas foram produzidas 250 unidades). Não é o Jaguar mais incomum na história da marca, no entanto. Essa honra vai para um XK120 da Pininfarina construído em 1954. Um automóvel que trocaria de mãos inúmeras vezes nas décadas seguintes, dando origem a que, devido ao desgaste, a sua “saúde” piorasse.

 

Uma oficina britânica, Classic Motor Cars, gastou 6.725 horas a restabelecer cada parte deste veículo. As fotos existentes a preto e branco da viatura não esclareciam como era o interior há mais de 60 anos. Todavia, a arqueologia automotiva encarregou-se de dizer à equipa de restauro o tipo e cor de couro que seriam necessários reproduzir.

 

Não fará sentido dar uma boa aparência a um automóvel se não se puder conduzi-lo. Daí que o motor e a caixa de velocidades tenham sido completamente reconstruídos. O poder deste portentoso Jaguar vem de um motor de 3,4 litros, o qual desenvolve 180 cv a 5300 rpm e cuja alimentação é garantida por um par de carburadores. Embora não seja a viatura mais potente que a Jaguar já fabricou – tal privilégio pertence ao XE SVR Project 8 -, é crível que este XK120 seja tão bom quanto parece.

 

ArrowArrow
ArrowArrow
ArrowArrow
Slider

TAGS: Jaguar


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar