Stéphane Dufour: um escultor de obras em ponto pequeno

Clássicos 07 Mar 2018

Stéphane Dufour: um escultor de obras em ponto pequeno

Nos tempos de escola, chegava a frustrar os professores, devido à falta de vontade em desenhar outras coisas que não fossem automóveis. Na actualidade, o artista francês Stéphane Dufour faz esculturas automotivas há mais de uma década, com marcas como Porsche, Ferrari, Shelby, entre outras, no centro das atenções.

 

Recuando ao passado, refira-se que a primeira viatura conduzida por Stéphane Dufour foi um Autobianchi A112. Mesmo sabendo que a idade legal para guiar em França se cifrava nos 18, Dufour antecipou-se em três anos e, aos 15, sentou-se ao volante para ir ter com um amigo (tudo isto sucedeu num momento em que os pais estavam fora).

 

Desde cedo, Dufour começou a desenhar automóveis e motociclos em cadernos. Em mente tinha a produção das suas próprias viaturas. Mas, à sua volta, ninguém concordava, pois não soava como um emprego na verdadeira acepção do termo. Mais como um devaneio. Ainda assim, o criador encontraria o próprio caminho, tendo, aos 21 anos de idade, concretizado um sonho: a exposição inaugural do seu trabalho.

 

Uma parte da história, da juventude e da memória. É assim que Dufour vê os clássicos, veículos de que é admirador pela diversão que estes proporcionam e pela natureza intemporal dos mesmos.

 

Para o inventor gaulês, a arte automóvel é um ofício “em perpétua evolução” e um meio que, passe-se o que se passar, trará sempre novidades.

 

dufour-1-7318

 

dufour-2-7318

 

dufour-3-7318

 

dufour-4-7318

 

dufour-5-7318

 

dufour-6-7318

 

dufour-7-7318


TAGS: Stéphane Dufour


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar