Os cinco clássicos americanos mais caros de sempre

Mercado 12 Ago 2017

Os cinco clássicos americanos mais caros de sempre

Conhecidos pelos seus Muscle Cars e carroçarias de tamanho XXL, os construtores norte-americanos produziram alguns dos clássicos mais cobiçados de sempre. Liderando o mercado podemos encontrar vários modelos “Made in USA”, curiosamente muitos deles produzidos em parceira ou com inspiração europeia. E nesta lista dos cinco carros americanos mais caros de sempre, um que foi montado em Itália.
 
Shelby Cobra 260 “CSX2000”, de 1962 – 11 993 559€
 
Misturando a tenacidade do norte-americano Caroll Shelby com a elegância dos automóveis produzidos pela inglesa AC Cars, os Shelby Cobra são a combinação perfeita entre um potente motor V8 e uma carroçaria europeia. O chassis número #CSX2000 foi o primeiro a ser produzido, tendo sido vendido pela RM Sotheby’s em estado perfeitamente original.
 


 
Ford GT40 Gulf/Mirage Coupe, de 1968 – 9 594 847€
Um dos modelos GT40 com mais história, o famoso Ford – que começou a carreira como um JWAE Mirage, um protótipo do coupé que conquistaria as 24 Horas de Le Mans – foi pilotado por nomes como David Hobbs, Brian Redman, Mike Hailwood, Jacky Ickx e Dick Thompson, em provas internacionais, tendo ganho em Spa, em 1967, mas também em circuitos na Suécia e França. Em 1968 foi convertido para as especificações finais GT40, vencendo uma prova em Monza. Retirado da competição, foi posteriormente vendido à produtora Solar, de Steve McQueen, servindo de carro câmara no filme “Le Mans”.
 

 
Duesenberg Model J Coupe,de 1931 – 9 020 342€
 
Considerado como um dos melhores carros do mundo, na década de 30, o Duesenberg Model J era completamente personalizável. O chassis número #2478 foi encomendado novo por George Whittell, Jr., um dos clientes mais famosos da marca. Singular pela sua longa distância entre eixos e carroçaria coupé de duas portas concebida em alumínio por Murphy, o modelo exibia o tejadilho em alumínio escovado, dando a ilusão de ser descapotável.
 

 
Shelby Cobra Daytona “CSX2601”, de 1965 – 6 703 992€
 
Construídos em Itália, na Carrozzeria Gransport, os Shelby Cobra eram fruto do génio norte-americano de Caroll Shelby, tendo sido instrumentais para a conquista em 1965 do primeiro Campeonato do Mundo de Sportscars de uma marca norte-americana. Como se isso não bastasse, foi o chassis número #CSX2601 que selou a vitória, com Bob Bondurant ao volante em Reims.
 

 
Ford GT40 “GT/104”, de 1964 – 6 594 401€
 
O chassis #GT/104 deve a sua importância e valor ao facto de ter sido o quarto modelo produzido pela marca da oval azul, e o segundo mais antigo GT40 em existência. Foi também o primeiro a utilizar aço mais leve no chassis. Após ter sido submetido a testes nas mãos de Caroll Shelby, o modelo passou a ser utilizado pela Ford em exposições, tendo sido vendido em 1971 a um coleccionador.
 


TAGS: AC Cobra Duesenberg Ford GT40 Mirage Shelby Cobra


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz