400 clássicos enchem as ruas da Madeira na Festa da Flor

Eventos 15 Mai 2017

400 clássicos enchem as ruas da Madeira na Festa da Flor

Cerca de 400 veículos clássicos, entre motas e automóveis, desfilaram esta tarde na marginal do Funchal, um novo evento incluído no programa da Festa da Flor da Madeira, que o presidente do Governo Regional considerou “estar consolidado”.
 
“É um desfile conseguido e está completamente consolidado. Vamos melhorar para o ano”, disse Miguel Albuquerque, classificando esta de uma “parada bastante interessante” que acontece pelo segundo ano, integrada neste cartaz turístico da Madeira que tem a duração de três semanas (04 e 21 de maio).
 
Por seu turno, o secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, declarou que se “confirmou o pretendido”, que era “envolver um património riquíssimo que a Madeira tem veículos automóveis, motas, carros”.
 
O governante realçou que a meta era associar “as crianças, as flores a este cartaz, e com música, através de diferentes grupos e bandas que animam de forma diferente ter uma parada que não é habitual na Madeira”.
 
O responsável madeirense salientou que esta iniciativa “fez encher outra vez a avenida do Mar e das Comunidades [marginal do Funchal] e há uma simpatia muito grande neste tipo de oferta, porque não só complementa o programa, como é diferenciado do resto e faz trazer todas estas máquinas à rua”.

 


 
Eduardo Jesus recordou que, no ano passado, foi necessário adiar esta parada devido ao mau tempo, mas nesta segunda vez “correu tudo muito bem” e a “moldura humana estava mais composta”.
 
Considerou, porém, que este evento “tem um potencial muito grande”, apontando que vai ser “reforçado em termos de animação e da presença de mais flores dos carros que participam no desfile”
 
“Há coisas que vamos afinando e esta é a segunda edição, sendo natural que se queira evoluir e ir melhorando no tempo”, vincou.
 
Quanto a Manuel Rosa, da organização do evento, realçou que a Madeira tem “um parque automóvel muito rico” e que muitas pessoas têm veículos clássicos “guardados nas garagens e não são vistos cá fora”.
 
Falando sobre a parada, opinou que “não convém que cresça” a nível do número de veículos que participam na parada, sugerindo que deve “haver é rotatividade, mudando de ano para ano a frota” para não serem sempre os mesmos, até por razões de espaço, porque estes ficam expostos durante o dia para as pessoas poderem apreciar.
 
O Governo Regional da Madeira investiu 422 mil euros na organização da Festa da Flor, evento que decorre entre 04 e 21 de maio, período em que a taxa de ocupação hoteleira ronda os 90%.
 
Ponto alto do primeiro fim de semana foi o grande cortejo alegórico, que contou com cerca de 1.400 participantes, distribuídos por dez grupos, incluindo um oriundo de Free State, África do Sul.
 
Este segundo fim de semana fica marcado pela parada de automóveis clássicos.
 
A terceira semana será dedicada à cultura.
 
Fonte: Agência Lusa


TAGS: Festa da Flor Madeira


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz